Nota Diocesana em Defesa da Vida
03/08/2018 15:42 em Diocese de São José dos Campos

Aos diocesanos de São José dos Campos e a todas as pessoas de bem.

A Diocese de São José dos Campos manifesta seu repúdio à ação, junto ao Supremo Tribunal Federal, intitulada – Arguição de descumprimento de Preceito Fundamental – ADPF 442, que tem a pretensão de suprimir os artigos 124, 125 e 126 do Código Penal, no intuito de provocar a descriminalização do aborto no Brasil.

Tal iniciativa, prevista para ocorrer entre os dias 3 e 6 de agosto, no STF, configura o questionamento de uma Lei Federal estabelecida.

Atentos aos acontecimentos, percebemos tratar-se de mais uma tentativa de legalização do aborto, gerando o risco de que nosso país seja inserido, ainda mais, na cultura da morte.

Nós somos a favor da vida! Promovemos a cultura da vida!

Professamos, como verdade que nasce da nossa fé, que a vida humana é inviolável desde a concepção até a morte natural.

Por isso, queremos leis que favoreçam a vida e não a morte, queremos políticas públicas que promovam o ser humano em sua dignidade durante toda a existência.

Pedimos que o Poder Legislativo se posicione responsável e comprometidamente frente a essa questão.

Convocamos a todos para que sejam a voz profética e orante dos nascituros e de tantas mulheres que se encontram, igualmente, em condição de vítimas.

É fundamental defendermos a vida da criança ainda no ventre materno. Para isso, contamos com você, pessoa de bem e de fé na vida.

Estejamos atentos – acompanhando o desenrolar dos fatos e divulgando-os; continuemos orantes – mantendo firme nossa fé e nossa esperança no Deus da Vida; sejamos protagonistas – solicitando a nossos parlamentares, representantes do povo brasileiro no Congresso Nacional, que assumam seu papel de promotores do bem comum.

Que Nossa Senhora Aparecida olhe e interceda por nossa Nação, a fim de que assuma, cada vez mais, o compromisso com a valorização da Vida.

 

Dom José Valmor Cesar Teixeira, SDB

Diocese de São José dos Campos

 

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!